Quinta-feira, 12 de Junho de 2008

An Deiner Seite - Cap 42

Olá amores!! ^^

 

Mil desculpas por nao ter postado ontem... Mas não tinha mesmo nada escrito e não tive tempo :\ Hoje à tarde é que fiz uma pausa do trabalho e estive a escrever o capítulo. Espero que esteja do vosso agrado! ^^

 

Entretanto decidi pôr música no blog x)

A maravilhosa banda sonora desta fic! Sou um amor não sou? xD [ não sou nada --' ]

 

Antes da fic queria dizer uma coisinha rápida!

Mii, fiquei felicissima que tivesses lido a pequena fic que escrevi antes desta! Eu também, apesar de gostar tanto dela como da An Deiner Seite, tenho um carinho muito especial por ela...  Pensava que a Was It a Dream tinha ficado esquecida, mas pelos vistos ainda há gente a lê-la e a comentá-la! Muito obrigada Mii!! :D

 

E agora... como o coelhinho da Lila me pediu...

ENJOY!! x'D

 

* * *

 

[ Emily ]
 
Corri ainda mais depressa para fora do pavilhão do que tinha corrido para entrar nele. Precisava de me afastar, de fugir… e para bem longe!
                                                            
“Emi…?” Chamava-me a Alie tentando alcançar-me, já no exterior. “Emi, por favor…” Eu sabia que ela estava extremamente preocupada comigo, e que faria tudo para me acalmar… mas eu não conseguia parar de correr. Tinha de me afastar!
 
De dentro do pavilhão ouviam-se os gritos das fãs a pedir mais uma música, mas depressa esmoreceram, o concerto deve mesmo ter terminado por ali.
 
Eu não estava a olhar para onde estava a ir, a noite tinha caído à muito, a iluminação não era a melhor, e eu estava demasiado perdida nos meus pensamentos… Por isso quase tropecei em algo que estava no chão e que eu não consegui ver o que era.
 
“PORRA!!” Berrei em plenos pulmões dando um pontapé àquilo que parecia ser um canteiro, e deixei-me sentar num banco não muito longe, com a cabeça enterrada nas minhas mãos. Comecei a chorar compulsivamente e nesse preciso momento a Alie sentou-se a meu lado.
 
“Fala comigo, princesa…” Pediu-me ela num tom extremamente maternal e eu não me contive: abracei-me a ela com todas as minhas forças e soltei as lágrimas que ainda tentava reprimir… Já me tinha arrependido de ter fugido do pavilhão.
 
“Perdi-os, Alie. Desta vez para sempre!…” Sentia o meu corpo a tremer em espasmos contínuos devido ao nervosismo. Estava com de medo de nunca mais ter uma chance daquelas… Estava com medo de ter perdido o amor da minha vida para sempre...
 
“Desperdicei uma oportunidade de ouro, Alie! Fugi como uma cobarde! Eu não os mereço… não mereço o Tom.” Balbuciei por entre a minha lamúria. A Alie limitou-se a acariciar-me os cabelos permitindo que eu deitasse fora toda aquela angústia presa dentro de mim.
 
Sentia-me miserável, uma cobarde, uma idiota… Depressa outros medos começaram a invadir-me, “Mas também quem é que disse que eles me querem de volta!? E além disso, de certeza que o Tom prefere uma loira oxigenada diferente todos os dias do que ficar comigo…”
 
A Alie soltou um grunhido desaprovador, “Agora também já estás a disparatar, Emi… Eu vi quando ele estava a olhar para ti, vi aquele sentimento todo que ainda mora no coração dele… Se aquilo não é amor, eu sou o coelhinho da Páscoa.”
 
Aquela comparação idiota fez-me rir. Aliás, a Alie tinha sempre aquele dom especial de me fazer rir nos piores momentos, e eu estava-lhe eternamente grata por isso.
 
Lentamente, o meu choro foi abrandando e eu fui ficando mais calma… Mas continuava com o mesmo medo. “Eu nunca vou conseguir chegar até eles, Alie…” Deixei escapar num leve murmúrio.
 
Por mais surpreendente que pareça, a Alie sorriu-me, beijando-me os cabelos, “Aí é que te enganas, menina.”
 
“O que é que estás para aí a dizer!?” Gaguejei incrédula levantado a cabeça e olhando nos olhos da Alie.
 
“Eu sei uma coisa que tu não sabes… E que muito pouca gente sabe!” Ela disse isto com um sorriso super fofinho e dançando ligeiramente com os braços e a cabeça.
 
Eu estava completamente à nora, e não estava com cada vez menos disposição para brincadeiras. “Alie, fala de uma vez!”
 
Ela soltou um grunhido super fofinho enquanto se levantava do banco, “Não te vou contar!…”
 
Porreiro pá. Eu estava a sentir-me pior a cada momento que passava, e a Alie parecia que estava a querer gozar comigo…
 
Devo ter feito uma cara horrível, porque ela respondeu depois muito prontamente, com um sorriso rasgado nos lábios, e fazendo-me levantar do meu lugar, “Vou fazer melhor do que te contar, Emily Wolff, vou te mostrar!”
 
Ela pegou em mim por uma mão e arrastou-me ao longo da praça que separava o Pavilhão Atlântico dos pavilhões da FIL, sem dizer nem mais uma única palavra.
 
“Alie…?! Onde é que vamos?” Perguntei-lhe vezes sem conta mas ela nem sequer se dignou a parar para me responder, simplesmente continuou a sua marcha na direcção sei lá eu do quê.
 
Começámos a aproximar-nos de um grande vulto negro enquanto os milhares de fãs começaram a sair do Pavilhão Atlântico. Muitos deles corriam gritando histéricos na mesma direcção que nós estávamos a tomar… e de repente eu fiquei com medo de onde a Alie me estava a levar.
 
“Onde é que estamos a ir!?” Quase gritei, obrigando a Alie a largar-me, quando percebi que centenas de fãs se estavam a aglomerar à volta do que parecia ser um autocarro.
 
Ela parou finalmente e olhou-me com um sorriso vitorioso, “Este é o Tour Bus dos Tokio Hotel!”
 
O quê!? Ela está mesmo a falar a sério... Os fãs gritavam pela banda, mas não estavam a olhar para o interior do autocarro, e sim para uma das saídas do Pavilhão Atlântico. O que quer dizer que eles ainda não tinham saído.
 
“E o que é que nós estamos aqui a fazer, Alie?” Perguntei-lhe confusa. Qual é que era o plano dela? Atirar-me para cima deles quando fossem a passar ou escondermo-nos no interior do Tour Bus?
 
“Duh! Viemos aqui para eu te mostrar o Tour Bus!” Okay, às vezes a Alie passa-se, coitada. Era só isso?
 
“E…”
 
Ah, afinal havia um «E…» Mas ela nunca mais desembuchava, estava a olhar para mim como se estivesse prestes a explodir como fogo de artifício.
 
“Fala, Alana Laurie!!” Ela estava a pôr-me ainda mais nervosa do que eu estava…
 
“E… assim como eu sei onde o Tour Bus está agora, eu sei para onde ele vai… Sei para que hotel é que o autocarro vai levar aqueles quatro meninos lindos.”
 
Eu fiquei especada a olhar para ela. A Alie não queria fazer aquilo que eu pensava que ela queria fazer… Pois não!? “Alie…? O que é que…?”
 
Ela não me deu sequer tempo de acabar a pergunta. Sem me dizer mais nada, pegou na minha mão e arrastou-me novamente, desta vez no sentido contrário. Eu reconheci o caminho, estávamos a regressar ao «Rusty» o carocha dela… mas eu sabia que não iríamos voltar para casa.
 
Conseguia ouvi-la a trautear alegremente aquela musiquinha irritante que tínhamos cantado quando entrámos no pavilhão: “Tu vais ver o Tom. Tu vais ver o Tom… E eu vou ver o Gustaav…”

 

* * *

 

Continua...

O que será que a Alie vai fazer, hein? Não digo! x'D

 

Comentem muito e façam esta menina feliz, sim? ^^

Loads of Kisses to You!!

 

sinto-me: Com muuuito calor --'
música: The White Stripes - The Hardest Button to Button
publicado por Dreamer às 19:19
link do post | favorito
De S.Mille a 12 de Junho de 2008 às 19:49
ELA VAI VER O TOM????? OH...va la posta mais um para saber!!!! PLZ!!!

agora que ela os encontrou e eles ja a viram podiam ficar todos juntinhos!! OK... POSTA pLZ!!!!!!!!!!!!!


nao é justo deixar uma pessoa à "nora"!!!!

va la...

PLZ!!!

bjos
De S.Mille a 12 de Junho de 2008 às 19:49
1ª YOooooooooooooooooo

eu sou o maximo XD


I know I know... I'm the BEST!!!!!!!! ^^

Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres


Dreamer @ 02-04-2008

.mais sobre mim

.links

.Junho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.mais comentados

.Follow me :D

. Don't Stop! - Chap 2

. Don't Stop! - Chap 1

. Wake up sleepy head !

. "Forever Sacred" - Chap 2...

. "Forever Sacred" - Chap 1...

. "Forever Sacred" - Chap 1...

. "Forever Sacred" - Chap 1...

. "Forever Sacred" - Chap 1...

. "Forever Sacred" - Chap 1...

. "Forever Sacred" - Chap 1...

. "Forever Sacred" - Chap 1...

. "Forever Sacred" - Chap 1...

. "Forever Sacred" - Chap 1...

. "Forever Sacred" - Chap 1...

. "Forever Sacred" - Resumo...