Quinta-feira, 26 de Junho de 2008

An Deiner Seite - Cap 49

Olá meus amores!!

 

Antes de mais queria agradecer a todos os que comentaram, e todo o apoio que deram... mas eu sou assim, insegura de nascença, se não vossem pelos vossos comentários acho que a fic não tinha andado para a frente! Portanto, mil obrigados!! x)

 

Agora, tenho um anúncio especial a fazer... Este capítulo e o próximo vão ser inteiramente da Alie, ou seja, vamos saber o que é que estava a acontecer com ela enquanto a Emi estava com o Tom... x) Está a ser divertidissimo escrever estes dois capitulos, espero que vocês gostem tanto de os ler como eu de os escrever! ^^

 

Não vos faço esperar mais,

ENJOY! x)

 

* * *

 

[ Alana ]
 
 
Estava ainda no corredor, com o rosto coberto de lágrimas, a ver a porta do 1209 fechar-se com a Emi lá dentro. Cruzei os meus dedos, fazendo umas figas apertadas, rezando para que tudo corresse bem na conversa complicada que ela ia ter com o Tom. Estava tão absorta nos meus pensamentos de «boa sorte!» que me assustei quando dei de caras com um Georg completamente bêbado.
 
“E tu… És quem…?” Perguntou-me ele muito devagar, com um olho aberto e outro fechado. Eu fiquei vermelhíssima a olhar para ele, o que me havia de sair na rifa! O Bill e o Gustav, que por momentos tinham ficado como eu a ver a Emily entrar no quarto, estavam agora também a olhar para mim.
 
“Tu és aquela rapariga do elevador…” O Gustav não estava a fazer uma pergunta, estava a fazer uma constatação com um sorriso fofinho naquela cara amorosa… Meu deus, tenho de me derreter menos.
 
Sim, sou aquela que te espetou o salto-agulha no pé, foi o que eu quase disse. Tentei baixar a cabeça para esconder a minha face rosada e envergonhada, e sair dali o mais depressa possível, “Não sou, não… Não sei do que estás a falar...”
 
Para meu azar o Bill juntou-se à festa, “És a rapariga do elevador, sim!” Insistiu ele com um sorriso cúmplice para o Gustav.
 
Não consegui responder, tinha sido apanhada… E agora tinha o Georg a começar a apoiar-se em mim, porreiro! “Como é que te chamas, doçura?” Perguntou-me ele, e eu fiquei extremamente aliviada pelo o Gustav me ter vindo «salvar», retirando o Georg de cima de mim.
 
“Chamo-me Alana Laurie… Sou uma grande amiga da Emi, vim com ela para ajudá-la a chegar até vocês.” Tentei explicar-lhes muito resumidamente, “Mas podem chamar-me Alie.”
 
“EMI!” Berrou o Georg largando o apoio do Gustav e abraçando-se a mim achando que eu era a Emi.
 
“Não é Emi, Georg,” Ralhou o Bill ajudando o Georg a manter-se de pé, “O nome dela é A-L-I-E!”
 
“É um nome lindo…” Ouvi o Gustav murmurar bem perto de mim. Ele não devia estar à espera que eu o ouvisse, porque ao ver-me corar ele corou também… Ai, mãezinhaa! Estou a derreter tanto…
 
Ficámos os dois a olhar-nos durante um segundo que pareceu uma hora, e só quebrámos o olhar porque o Bill começou a não ter força para segurar o Georg. “Gustaaav… Ele está a adormeceeer!”
 
O Gustav correu para eles mesmo a tempo de apanhar o Georg, mas o Bill não teve salvador e caiu no chão. Coitado, aquilo deve ter doído… Fui ajudá-lo a levantar-se.
 
Ele agradeceu-me com um sorriso brilhante e deu-me as boas vindas, “Se és amiga da Emi, és nossa amiga também!”
 
AHH!! Porque é que eu estou a corar tanto? Eu não sou assim! Respondi com um simples sorriso tímido ao Bill, que mais havia de fazer? Estava num corredor de hotel na presença de três dos meus quatro ídolos… Um deles a lançar-me olhares fofinhos, outro completamente bêbado e outro a dizer que já sou amiga deles… Eu morri e estou no céu, só pode!
 
O encanto foi quebrado pelos roncos sonoros do Georg que já dormia nos braços do Gustav. “Acho melhor ir deitá-lo… Ele é pesado sabem?” Murmurou o ele um pouco incomodado, mas eu e o Bill limitámo-nos a soltar uma gargalhada. O Gustav estava a agarrar «a bela adormecida» pelos ombros, e a tentar mantê-la de pé… mas a cabeça do Georg estava a pender para a frente, e só se viam os cabelos dele a tapar-lhe a cara, enquanto que no corredor do hotel ecoavam os seus roncos.
 
“Eu não estou a brincar… Não vou conseguir segurá-lo muito mais tempo!” Riu-se o Gustav e a cara dele ficou vermelha de novo… Já vos disse que este rapaz é a coisa mais fofa do mundo?
 
O Bill acedeu à vontade dele e abriu a porta do 1207 com um cartão magnético que o Gustav lhe passou. Primeiro entraram o Gustav, arrastando o Georg, e depois entrei eu, porque o Bill insistiu… Que cavalheiro!
 
Eu nem queria acreditar quando vi o tamanho e o luxo daquele quarto. Aliás, aquilo parecia mais um apartamento, só lhe faltava uma cozinha… tinha uma sala luxuosíssima e um quarto com duas camas individuais que também parecia saído do Royal Palace de Londres.  
 
Vi o Gustav atirar o Georg para uma das camas, antes de se vir sentar nuns sofás de pele comigo e com o Bill. “Queres beber alguma coisa?” Perguntou-me ele com gentileza antes de se sentar.
 
“Não, deixa estar. Obrigada.” Recusei eu muito depressa, estava em pânico… Tinha passado a semana a magicar planos para a Emi encontrar o Tom que nem sequer tinha pensado que os ia conhecer! Muito menos que ia estar no quarto de hotel deles...
 
“Eu acho que é melhor eu ir andando…” Despedi-me levantando-me muito rapidamente, mas o Bill agarrou-me a mão e obrigou-me a sentar entre eles os dois.
 
“Não senhora, só te vais embora quando a Emi fôr!” Ordenou ele com um sorriso, ao que o Gustav apoiou dizendo que sim com a cabeça muito entusiasmado.
 
“Mas… Assim, posso ter de dormir cá… se a conversa deles correr bem…” Gaguejei sentindo-me corar novamente. A ideia de dormir no mesmo quarto que o Gustav dava-me arrepios… Acorda, Alana Laurie, mantém-te lúcida!
 
“Isso não tem problema nenhum, Alie.” Ouvir o Gustav dizer o meu nome fez-me derreter mais um pouco. Ficámos novamente com o olhar preso um no outro.
 
“Queremos conhecer-te!” A voz do Bill acordou-nos daquele transe, e eu vi que ele tinha um sorriso maroto nos lábios por ter percebido aquela troca de olhares. “Conta-nos tudo! Quem és, de onde vens, como conheceste a Emi, e como é que vocês as duas chegaram aqui hoje!”
 
Quando temos um Bill curioso à frente o melhor a fazer é desembuchar tudo, e foi o que eu fiz. Contei-lhes o essencial sobre as minhas origens, e detalhei tudo sobre a minha relação com a Emi, e ainda lhes contei um pouco da vida da Emi nestes últimos três anos.
 
Não pareceram surpreendidos quando lhes disse que nos tínhamos conhecido no Conservatório de Teatro e que ela estava a tirar um curso de Artes Dramáticas. Ficaram felicíssimos ao saber que a banda dela está a ter sucesso em Portugal, e que ela está satisfeita com a vida que está a levar agora.
 
Ainda nos rimos um bom bocado enquanto eu estava a tentar explicar-lhes como é que eu e a Emi tomámos banho e nos arranjámos na casa de banho na Tasca do Ti Mané antes de invadirmos o Corithia Alpha Hotel. E inevitavelmente, o que aconteceu connosco os três no elevador também veio à baila pouco tempo depois, trazendo ainda mais gargalhadas.
 
Quem falava mais era o Bill, mas eu já estava à espera disso. O que eu não estava à espera era que o Gustav não tirasse os olhos de mim nem por um minuto! E eu por vezes perdia o meu raciocínio só de ficar a olhar para ele tempo de mais… Alguém que me explique o que é que se está a passar aqui!!
 
À parte destes momentos, a conversa correu bastante bem, parecia até que já nos conhecíamos à anos! Entre muitas gargalhadas e boa disposição o tempo foi passando sem que déssemos conta dele. Quando o Bill olhou casualmente para o relógio que tinha no pulso ia-lhe dando uma coisinha menos boa.
 
“Eu não acredito! Já passa das quatro da manhã!” Quase berrou ele, saltando no sofá. Eu também fiquei chocadíssima e tive de olhar para o relógio dele para acreditar.
 
Só o Gustav é que não parecia surpreendido, pelo contrário, parecia felicíssimo, “Isto quer dizer que a conversa ali no quarto ao lado correu bem…” Disse ele com um sorriso brilhante.
 
Tive um breve segundo em que fiquei hipnotizada pelo sorriso dele e não respondi, mas logo a seguir senti uma onda gigante de felicidade, “A Emi e o Tom fizeram as pazes!!” Quase gritei soltando grunhidos fofinhos e fazendo uma dança vitoriosa sem sair do sofá.
Ambos, Gustav e Bill, ficaram a olhar para mim espantados, acho que ainda não tinham visto esta minha faceta… Fiquei da cor de um tomate logo a seguir.
 
O Gustav limitou-se a olhar para mim com aquele sorriso que me faz ficar sem ar, “Tu és tão querida, Alie.” Ui, o que é que ele foi dizer… Por dentro tinha vontade me lançar ao pescoço dele e já não o largar, mas controlei-me. Quer dizer, fiquei ainda mais corada…
 
Foi o Bill quem falou a seguir, com alguma tristeza no olhar, “Desculpa, Alie, estou a adorar a conversa, e estou a adorar conhecer-te, mas vou ter de ir dormir… Nós amanhã temos avião às dez da manhã, temos de nos levantar às oito… Convém dormir alguma coisa.”
 
Oh… Agora fiquei tristinha. Suponho que o que é bom não dura para sempre. “Não há problema, Bill, eu compreendo.” O Gustav não disse nada, senti o olhar dele em mim, mas não lhe correspondi… Ele amanhã ia-se embora e este sonho ia acabar. Sentia um aperto na garganta, mas reprimi aquele senitmento triste.
 
“Agora só tenho um problema!” Anunciou o Bill levantando-se do sofá, e colocado as mãos nas ancas, “Onde é que eu durmo? Não posso ir interromper os pombinhos no quarto ao lado!”
 
“Dormes aqui, Bill… Onde mais havias de dormir?” Ironizou o Gustav, soltando uma gargalhada, “A minha cama está livre, e fica para ti, Alie… Depois temos três sofás, mas como dois são individuais, só dá para uma pessoa dormir no que é maior, ou seja tu, Bill… E depois há muitos cobertores no armário, eu não me importo de os pôr no chão e dormir.”
 
Ele ia oferecer-me a sua cama e vai dormir para o chão? O Gustav é o meu cavalheiro preferido! Apesar de tudo sentia-me mal por aceitar o conforto dos lençóis enquanto ele ia dormir no chão, “Tu não podes dormir no chão…” Tentei começar eu, mas fui depressa interrompida por ele, que inclusivamente pousou a sua mão na minha, cortando-me a respiração:
 
“Não só posso, Alie, como vou dormir no chão… Até dizem que faz bem às costas.” Ele estava a brincar comigo, fazendo uma careta amorosa, e a mim só me apetecia cobri-lo de beijos… Senti o polegar dele acariciar a minha mão e o meu coração disparou. Não me consegui mexer, nem dizer o que quer que fosse... Apenas me deliciava com aquela doce caricia que ele me estava a fazer.
 
“Vá, casalinho fofinho, desopilem que eu quero dormir!” Tanto eu como o Gustav ficámos chocados a olhar para o Bill. Eu não acredito que ele nos chamou «casalinho fofinho»!! O Gustav largou a minha mão muito depressa, quase tentando esconder do Bill que tínhamos estado de mão dada por um momento… mas como é óbvio o Bill já tinha reparado.
 
“Não ouviram?” Perguntou o Bill levantando a voz, mas mantendo no rosto um sorriso de orelha a orelha, “Vão namorar para outro lado!”
 
Eu fiquei extremamente nervosa, mas levantei-me à mesma, assim como o Gustav. Ultrajada, comecei a tentar refilar com o Bill, “Nós não estávamos…”
 
Mas como é obvio o Bill não me deixou falar e empurrou-me a mim e ao pobre Gustav, que estava mais vermelho do que eu alguma vez o vira. “Shiu, menina Alie, eu já percebi tudo… Tenho olhinhos na cara!”
 
Ainda tentei argumentar, mas foi em vão, porque assim que o Bill nos deixou em frente à cama do Gustav, virou-nos costas e voltou para a sala, apenas gritando por cima do ombro, “Aproveitem a noite!”
 
* * *
 
Continua...
Que tal? Comentem e digam o que acharam!! x)
 
Ah, mais outro aviso, esta fic está a caminhar a passos largos para o final, mas descansem que eu aviso quando o final estiver bem bem perto ^^
 
Loads of Kisses to All of You!! xD

 

sinto-me: Com a cabeça a rebentar --'
música: Red Hot Chilli Peppers - Purple Stain
publicado por Dreamer às 21:23
link do post | comentar | favorito
22 comentários:
De protagonistas a 26 de Junho de 2008 às 22:10

Ai o que eu me ri ao imaginar as figurinhas do outro pobre coitado do Georg 8D xD

De protagonistas a 26 de Junho de 2008 às 22:11
Ai que fofinhos!
Ai que amorosos!
Ai que queridos!
A Alie e o Gustav ficam lindos um com o outro. ^^

Quero saber o que aconteceu entre eles os dois sim *.*


MAIS.....
De mia a 26 de Junho de 2008 às 22:13
opá eu gosto tanto desta fic *.*

tá tão... fofinha é uma palavra que eu gosto de utilizar xD

mas e verdade tá msm muito qerida e bem escrita! tens un jeitaço para isto!

QERO MAIS :)
De protagonistas a 26 de Junho de 2008 às 22:15
Iupi fui a primeira a comentar *.*
De Marta a 26 de Junho de 2008 às 22:20
Mais um capitulo perfeito! like always...

xD o que eu me ri com a bebedeira do Georg

“Gustaaav… Ele está a adormeceeer!” - LOOL
De spark a 26 de Junho de 2008 às 22:32
Ai..

Eu sabia que o Gustav era a coisa mais fofa deste universo mas tive agora a confirmação ^^


Apesar dele agora andar saido da casca..

Precisa duns açoites é o que é..

Onde é que já se viu andar a fazer aquelas poucas vergonhas >=(



Beim



Mais sim?! *,*




Kiss <3
De Sii '' a 26 de Junho de 2008 às 22:40
o georg devia tar a fazer umas bonitas figuras....

ai koitadita da Alie e do Gustav k fikaram tao encavacados.,....mas deviam tar tao fofos asim os dois coraditos.....=D


kero mais sim?!?!?!


adoro a fic assim mt.....


jinhu'hh
De Sofia Oliveira a 26 de Junho de 2008 às 23:21
gostei tanto..

é pena é de eles a manha já irem embora.. isso não pode acontecer..

diz-me que ele não se vão separar de novo?!?!

quero mais..

Beijinhos
De Haily a 27 de Junho de 2008 às 00:13
OMG X)

Tu tens cá um jeitinho para as Fic's q até acho q devias de ser escritora ! :P (e não, não estou a gozar)

Ui, ui... O q será q irá acontecer no qartu d Gusty ? Vai dar cena, vai... Ai tou anciosa por ver o proximu capitulo x)


Beijinhuzz
De Marykaulitz a 27 de Junho de 2008 às 01:18
Ta tao linda a fic ^^

estou ansiosa pelo final


küss

Comentar post

Dreamer @ 02-04-2008
Photobucket
online
Contador

.mais sobre mim

.links

.Junho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.TH Fics Publicadas

.Was it a Dream?
.An Deiner Seite
.Forever Sacred
.Don't Stop!
.All we can do is Try.
.Living a Lie
.Crashing Cars
.Oneirophobia

.mais comentados

.Follow me :D

. Don't Stop! - Chap 2

. Don't Stop! - Chap 1

. Wake up sleepy head !

. "Forever Sacred" - Chap 2...

. "Forever Sacred" - Chap 1...

. "Forever Sacred" - Chap 1...

. "Forever Sacred" - Chap 1...

. "Forever Sacred" - Chap 1...

. "Forever Sacred" - Chap 1...

. "Forever Sacred" - Chap 1...

. "Forever Sacred" - Chap 1...

. "Forever Sacred" - Chap 1...

. "Forever Sacred" - Chap 1...

. "Forever Sacred" - Chap 1...

. "Forever Sacred" - Resumo...

PhotobucketPhotobucket