Segunda-feira, 28 de Abril de 2008

An Deiner Seite - Cap 16

Oláa gente!! :D

 

Desculpem por não ter postado ontem, mas tive de acabar aquele trabalho horrível, e só acabei às tantas... :x O meu miolo fritou completamente e eu só tive tempo de ler algumas fics e comentá-las antes de cair para o lado... --'

 

Mas aqui está mais um capítulo!!

E volto a agradecer a todos os que comentaram no post anterior :D A todos um gigantesco obrigada, e muitos abracinhos e beijinhos!! ^^ [não liguem ao excesso de fofura, hoje acordei assim xD] 

 

Sem mais demoras...

O capitulo 16!! x)

 

* * *

 

A viagem até casa durou mais do que eu gostaria. Mas finalmente chegámos e a Catherine acabou por se calar, felizmente.

 

O meu pai e a minha madrasta entraram em casa e eu fiquei para trás. Abri a porta do porta bagagens e não quis acreditar no que via… A minha guitarra com o braço partido e as suas cordas todas encarquilhadas! Peguei nela com todo o cuidado, talvez ainda tivesse arranjo.

 

Caminhei lentamente para casa com ela nas mãos, ainda a pensar na ideia ridícula de ser internada num hospital psiquiátrico. Tinha de fugir daquela casa, e o suicídio estava completamente fora de questão. Tinha de mudar a minha vida, mudar mesmo. Começar do zero, e não tinha ideia de como o ia fazer…

 

Quando entrei em casa, não encontrei ninguém na sala. Foi preciso subir as escadas para ver o meu pai agachado ao pé da porta do meu quarto. Nem sequer cheguei a perguntar. No segundo a seguir ele estava a carregar a porta do meu quarto e a descer as escadas:

 

“Amanhã quero-te pronta às oito da manhã Emily, vou-te levar à clínica. Por hoje não comes, não bebes e não te trancas no quarto.”

 

Olha que porreiro… A ideia era eu não querer tentar suicidar-me outra vez? É que se era, não estava a resultar.

 

Sentei-me na minha cama e pousei a minha guitarra à minha frente. Perdi a conta às vezes que passei os dedos na inscrição que dizia «Tom». Não conseguia fazer mais nada para além disso… fazia festas à minha guitarra, ao nome do rapaz que amo e chorava por ter perdido tudo em tão pouco tempo.

 

A tarde chegou ao fim depressa, e com ela chegou a Bea. Eu já me tinha deitado na cama com a guitarra ao meu lado quando ouvi os passinhos dela no corredor. A Bea acabou por entrar do meu quarto, mas não tirei os olhos da minha guitarra. Achava que se o fizesse ela ia se partir mais.

 

“Não tens porta.” Disse a Bea com a sua vozinha fininha, muito baixinho… Ora que grande constatação.

 

“Nota-se muito?” Perguntei eu com a voz a arranhar-me a garganta.

 

“Porque é que não tens porta?”

 

Bolas, a miúda consegue ser bem chata, “Não tenho porta porque o pai a tirou.”

 

“Porquê?”

 

Suspirei. Eu precisava de tudo agora, menos disto! “Porque lhe apeteceu!” Eu já estava a ser rude, quem me dera que ela fosse ver desenhos animados.

 

“Estás de castigo?”

 

Ai a puta da minha vida! Tu queres ver? Sentei-me na cama e olhei pela primeira vez para a Bea. “Importas-te de sair? Preciso de estar sozinha!”

 

“Não quero sair. Não vou sair.” Nem sequer a deixei dizer mais nada, eu já tinha voado da cama na direcção da Bea. Agarrei-a por um braço, ignorei que ela estivesse aos gritos, e pu-la no quarto dela.

 

“És má Emily.” Respondeu ela com um guincho estridente.

 

“Ainda bem!” Berrei-lhe enquanto corria de volta para o meu quarto. O meu primeiro instinto foi bater com porta… mas ela não estava lá. “Foudasse!” Quase berrei.

 

Dirigi-me à minha guitarra e com todo o cuidado pu-la dentro do saco dela, tentando protegê-la ao máximo. E depois atirei-me para debaixo dos lençóis da minha cama, e deitei-me de costas para a porta.

 

Comecei a chorar quase de imediato… Tinha de haver uma saída, eu não podia ser internada num hospital de malucos, e também não podia ficar mais um dia naquela casa! Estava tão exausta que sem sequer me aperceber acabei por adormecer.  

 

* * *

 

Continua...

Ai, estou mesmo, mesmo a precisar de férias... :(

 

Comentem muito para me fazer mais feliz, sim? :D

 

sinto-me: Acabada de acordar :x
música: O cão da minha vizinha a ladrar --'
publicado por Dreamer às 10:55
link do post | comentar | favorito
16 comentários:
De akelakamaosth a 28 de Abril de 2008 às 22:20
amei posta maissss
De Dreamer a 28 de Abril de 2008 às 23:40
Shimm shimm shimm :D

Kiss! xD
De gata_poeta a 29 de Julho de 2008 às 01:30
estOu sem palavras ! neste mOmentO estOu vazia ! nãO sei O que dizer :S

Kuss**

Comentar post

Dreamer @ 02-04-2008
Photobucket

.mais sobre mim

.links

.Junho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.mais comentados

.Follow me :D

. Don't Stop! - Chap 2

. Don't Stop! - Chap 1

. Wake up sleepy head !

. "Forever Sacred" - Chap 2...

. "Forever Sacred" - Chap 1...

. "Forever Sacred" - Chap 1...

. "Forever Sacred" - Chap 1...

. "Forever Sacred" - Chap 1...

. "Forever Sacred" - Chap 1...

. "Forever Sacred" - Chap 1...

. "Forever Sacred" - Chap 1...

. "Forever Sacred" - Chap 1...

. "Forever Sacred" - Chap 1...

. "Forever Sacred" - Chap 1...

. "Forever Sacred" - Resumo...